Black Friday-boom de vendas

Por que esperar 1 boom de vendas só na Black Friday?

Se você espera ter um boom de vendas somente no dia, semana ou mês da Black Friday, você está fazendo errado.

Ok, não vamos apontar o dedo, ditando o que é certo e o que não é, mas com toda a certeza, existem outras táticas muito poderosas para que você consiga consolidar um planejamento de vendas lucrativo para todo o ano, mesmo considerando suas sazonalidades.

Muitas pessoas apostam na Black Friday como um grande momento de vendas no ano e uma oportunidade de faturar alto. Muitas pessoas apostam só na Black Friday. Isso mesmo: decidem colocar todas as suas fichas somente nesta data!

Aqui na Wisely, a gente entende que é um pouco arriscado depender apenas de um único período do ano para alavancar vendas, quando na verdade, existem outras datas que podem ser exploradas com menor concorrência e maior potencial de lucros.

No geral, os clientes amam a Black Friday. Duvidando da veracidade das ofertas ou não, é um momento que estatisticamente impulsiona vendas de todo o país, quiçá do mundo. O público já sabe que rola uma chuva de descontos em quase 100% das lojas on e offline. Vão comprar mesmo. Mas, vamos lembrar de uma coisa? Os consumidores compram todos os dias do ano.

O período de Black Friday é uma ótima oportunidade não só para você trazer clientes novos para sua base, mas também de fazer a manutenção do relacionamento com quem já é seu cliente, conforme o post sobre clientes novos e clientes antigos que você pode acessar aqui.

Entendemos que as sazonalidades são momentos em que a sua loja compete com muitos outros players e por essa razão, na hora de investir em mídia é muito complicado se diferenciar de tantos e, em função dessa concorrência, o custo para vender é muito mais alto do que fora deste período.

É claramente importante que a sua loja saiba lidar com as sazonalidades e esteja, sim, presente em datas como Dia das Mães, Dia dos Pais, Natal, Black Friday etc.. Entretanto, o crescimento da sua operação e os momentos em que você vende mais não podem depender exclusivamente do calendário comercial.

O que incentivamos aqui, é que marcas e lojas criem seus próprios calendários promocionais, para poderem realizar ações que fujam das datas generalizadas pelo mercado e que assim, possam usar esses momentos para investir pesado em mídia gerando melhores resultados e um maior volume de receita.

Nossa sugestão principal é partir de um planejamento onde você, já no início do ano, defina quais serão as datas dessas ações promocionais exclusivas da sua loja, saindo do lugar-comum onde todos as fazem, aproveitando o momento para potencializar seus ganhos.

Você já poderá definir previamente como distribuirá sua mídia e como trabalhará neste plano, para fazer o seu resultado acontecer.

Isso vai permitir que você consiga trabalhar dentro de uma maior previsibilidade em relação a faturamento e ainda lhe trará muitos aprendizados em cada uma das ações propostas, permitindo implementar melhorias constantes durante sua realização e também nas seguintes, escalando resultados de forma efetiva e inteligente.

Um dos pontos mais importantes ao criar o seu próprio calendário promocional é justamente o fato de se diferenciar. É óbvio que estar em meio ao que todos estão fazendo, traz uma boa visibilidade à sua marca, porém, isso acaba exigindo muitos esforços, investimentos e retornando um lucro meramente pontual.

Por outro lado, ter a sua própria estratégia de atração de clientes contribui para que você se desprenda dessas super datas – que são momentos curtos de altíssima concorrência – e crie uma vantagem única, exclusiva e individualizada, fazendo sua comunicação trabalhar em sincronia com suas campanhas, deixando claro para o seu público a existência dessas oportunidades exclusivas.

Se você espera crescer de verdade e quer usar promoções para alavancar esse seu objetivo, precisa pensar em olhar para o ano todo, para um calendário exclusivo, com um planejamento estratégico antecipado, focando em se destacar de forma positiva perante seus concorrentes.

Ou seja: lembre-se de fazer um plano em novembro / dezembro com os doze meses do ano seguinte, e assim, o seu boom de vendas acontecerá de janeiro a janeiro, com os devidos picos sazonais genéricos, mantendo a sua lucratividade sempre em alta.

Agora que compartilhamos esse post, sugerimos que você pegue um café, sente-se com o seu time e comece agora mesmo a pensar em como ser diferente no planejamento das ações e campanhas do próximo ano do seu e-commerce.

 

Karina Julio
Head de Inbound / Outbound Strategy da Wisely